Desilusão

By Daniela Silva - outubro 20, 2016


Hoje venho fazer-vos um desabafo, que há muito que queria fazer, mas ponderei muito por consideração à pessoa, mas essa pessoa provou que não o merece, por isso, decidi fazê-lo. O que está em causa não são as coisas materiais, mas ao longo do que eu escrever aqui vão perceber, tenho a certeza.

Um primo meu casou a 11 de junho, um sábado, no domingo anterior uma prima que ia ao casamento pediu-me dois vernizes emprestados, queria um coral para as mãos e um vermelho para os pés. E eu tudo bem, emprestei. O único coral que tenho é da Andreia Profissional, que uma funcionária do hospital da Ponte da Barca me ofereceu e o vermelho foi o da linha The One da Oriflame, que tem gel na composição, por isso é caro e eu ganhei-o enquanto revendedora.
Devo salintar que o coral usei apenas uma vez, antes de o emprestar e o vermelho saiu daqui a estrear e que ambos, mas mais o Coral, tinham um valor sentimental por me terem sido oferecidos. Segundo sei, essa prima depois de os usar, uma só vez, deu-os à sobrinha para me entregar, porque estava mais vezes comigo.

Chegou a agosto e não tinha nem vernizes nem o livro que tinha emprestado a essa miúda em fevereiro. Deixei sms e nada. Então falei com ela no facebook para me devolver tudo, porque a minha vizinha me pediu o livro emprestado. Ficou de me trazer em x dia e nem apareceu, nem deu cavaco as tropas. Enviei sms no facebook à noite desse dia, disse que estava zangada com a atitude e que no dia seguinte, ia eu a casa dela buscar. Disse que não, que me trazia no feriado 15 de agosto.

E sim, veio. Trouxe o livro e o verniz coral, dizendo que o outro estava na casa da tia e depois trazia. Fiquei muito chateada quando vi as coisas. O livro, dei-te o melhor de mim do Nicholas Sparks, que me foi oferecido quando fiz 25 anos, por uma prima, tinha a capa toda vincada de ela dobrar o livro e a lombada rasgada. Eu que sou eu, dona dos livros, estimo-os! E para piorar, o verniz que apenas foi usado duas vezes, uma por mim e outra pela prima a quem emprestei, estava a meio.

Todos sabemos que não são duas utilizações que gasta meio frasco, certo? Mas não disse nada e o tempo foi passando. No dia 23 de setembro vi a minha prima a quem emprestei e me disse que tinha entregue os dois, ficou nervosa, disse que ela é sempre a mesma coisa. Então, entrei em contactoo com ela, disse que sabia de tudo, que não esperava isso dela porque tinha tudo de mim e que se me tivesse pedido emprestado, até lho dava. Mas desta forma queria o verniz o mais rápido possível antes que contasse ao pai dela, ou o dinheiro.

Disse que estava na Suíça aquele fim de semana, chegava na segunda e na terça vinha-me trazer e que não era 12€ que lhe fazia falta. Então na segunda à noite mandei sms para não vir com a desculpa do esquecimento, que esperava pelo verniz. Respondeu que estava muito cansada e que vinha na quarta-feira, porque tinha a tarde livre.

Na quarta mandou o namorado que nem sabia onde moro, ela veio só que não quis dar a cara. Mas o importante foi ter o verniz. Usei-o pela primeira vez este domingo, a minha vizinha fez-me a manicura e...verniz no fim! Meti no facebook uma foto com uma indireta e ela teve a lata de por adoro!

Sinceramente, não entendo aquela miúda nem o porque disto se nunca lhe disse que não a nada, sempre dei tudo! Mas uma coisa garanto, por ela me tratar assim, nunca mais me vê os dentes! Beijinhos

  • Share:

You Might Also Like

20 comentários

  1. É muito triste este tipo de coisas acontecerem, especialmente em família. Percebo perfeitamente a tua posição, eu ficava super chateada no teu lugar :\ também estou a gostar muito de te conhecer querida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, mais do que chateada, estou magoada com ela :s

      Eliminar
  2. Quando se empresta qualquer coisa é sempre o mesmo ou ficamos sem o que emprestamos ou vem danificado, é por isso que eu não empresto nada.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem todas as pessoas fazem isso, o problema foi a pessoa que emprestei ter entregue à outra, mas ela também não ia imaginar que ela fizesse isto... mas vou deixar de emprestar.

      Eliminar
  3. Odeio este tipo de coisas e pessoas, podiam ter juízo porque há bondade por parte de quem emprestou. Podia ter consideração, incrível... Acho muito bem a tua atitude!
    Bom desabafo,beijinhos :) Já sigo o blog!

    http://missweetie.blogspot.pt/2016/10/contornar-e-iluminar-bem-o-rosto.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O pior é que nem foi a ela que emprestei. Mas as pessoas que menos esperamos são as primeiras a magoar-nos, realmente.

      Eliminar
  4. Detesto quando emprestamos as coisas cheias de boas intenções e depois não as recebemos cuidadas, como foram...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No meio de tudo, isso até é o menos, apesar de eu ter ficado bastante chateada. O pior de tudo, foi toda a atitude dela para comigo. Ela vinha a minha casa pedia tudo e eu nunca disse que não a nada. Custaria muito ela pedir emprestado já que não foi a ela que emprestei? Acredita que se ela pedisse assim, eu até lho dava. Mas além de ter mentido e usado sem autorização o que não é dela, usou com as amigas de certeza. Não acredito que ela gastasse um verniz novo, 8ml em 3 meses. Eu tenho vernizes que uso muito, há anos e ainda vão a meio...

      Eliminar
  5. Amei seu texto, me identifiquei demais. É muito ruim quando isso acontece, principalmente na família. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida desculpe, mas não é texto, é desabafo da realidade :)

      Eliminar
  6. Hello...
    Desculpa o meu primeiro comentário ser já assim direito...
    Estive a ver o teu blogue e adorei, pareces-me mesmo genuína e boa pessoa e isto que a tua prima ou wtv te fez não se faz!

    Eu nunca teria deixado avançar tanto tempo. Nunca! Toleraste e ela abusou. Mas no meu caso primeiro teria falado com os pais dela e segundo tinha-a eliminado por completo das redes sociais... Porque sou pessoa que se passa da marmita facilmente e era capaz de dar asneira xD

    Bom, retira a lição desta história.
    Um grande beijinho e parabéns pelo blogue .)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico agradecida. Eu contei à mãe dela, mas leu e ignorou. Eu vou falar com o pai dela :)
      Lição é com certeza. Obrigada :) beijinho

      Eliminar
  7. Há gente capaz disso e muito mais!
    Serve-nos de lição: - não emprestar!!!
    Pode ser que consiga reaver tudo! bj

    ResponderEliminar
  8. Por isso penso mt antes de emprestar as coisas, dá mt raiva qdo não nos devolvem ou devolvem destruídos, né?

    Beijos/Xoxo.

    Anete Oliveira
    Blog Coisitas e Coisinhas
    Fan Page Coisitas e Coisinhas
    Instagram

    ResponderEliminar
  9. É compreensível, há uma enorme falta de cuidado com as coisas.

    ResponderEliminar
  10. Opaaa por isso é que não gosto de emprestar NADA !!! a gente sabe como entrega mas não sabe como vai receber de volta :(

    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  11. É realmente triste quando as pessoas não têm cuidado e nos faltam ao respeito desta forma, porque acho que é mesmo uma falta de consideração tremenda chegar a este ponto.

    r: Infelizmente, é verdade :/

    ResponderEliminar
  12. Eita! Que papelão né? Tem gente muito folgada nesse mundo, realmente.

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderEliminar
  13. Também detesto quando essas situações acontecem :|
    É que é mesmo uma falta de respeito e isso é coisas que não admito mesmo!

    Beijinhos
    O blog da Mó | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Aconteceu me o mesmo com o livro Amor e Chocolate, que também emprestei á minha prima e regressou ás minhas mãos num estado lastimável.

    xx, Edna
    Mercury Rose

    ResponderEliminar