Avô

By Daniela Silva - novembro 08, 2016



Foi à dez anos que fechas-te os olhos. Que a música do teu coração parou e para sempre. Parece que foi ontem, que chorei a tua perda. Apesar de não seres o avô mais próximo que existe, eras o meu avô e eu amava-te por pertencer à tua linhagem. Na verdade, continuo a amar-te. Porque no meu coração permaneces vivo e bem presente. Não sou baixinha como tu, mas tenho traços teus e o tom de pele é um deles, assim como os olhos escuros. A maior saudade de ti, é a de dormir na tua cama, entre ti e a avó. É de te ver trabalhar no campo. É de ter herdado de ti, o não ter medo de arregaçar as mangas para o trabalho. É uma dor forte passar no cemitério e ver o lugar onde estavas sempre sentado vazio. Ninguém mais o ocupa. Foi teu em corpo e permanece teu em espírito. Tu estás lá. Não te vejo com os olhos, mas sinto-te com o coração. Saudade eterna meu anjo, meu xiquinho! 

  • Share:

You Might Also Like

5 comentários

  1. Eu também tenho muitas saudades do meu avô. É algo que não passa :/
    THE PINK ELEPHANT SHOE // facebook // instagram //

    ResponderEliminar
  2. Uma bonita homenagem e tenho a certeza que esteja onde estiver, continua a olhar por ti e a ter um enorme orgulho! =)
    Beijinhos

    ResponderEliminar