Uma viagem a dois: Quinta da Regaleira

By Daniela Silva - abril 11, 2017

Já vos tinha dito antes o que era este tipo de post significava, mas para quem é novo por aqui, eu resumo. Eu e o J queremos conhecer o nosso país juntos, se possível, numa viagem em autocaravana. No primeiro e único post, até agora, desta série, eu falei que gostava de conhecer o Palácio Nacional da Pena, que podem ver aqui. Agora, continuamos em Sintra e foi a vez de ele eleger o local que um dia vamos visitar, e ele escolheu, a Quinta da Regaleira.

O palácio é também chamado de Palácio do Monteiro dos Milhões que cujo nome está associado à alcunha do primeiro proprietário, António Augusto, que foi distinguido pelo Rei D. Carlos I em 1904 como Barão de Almeida.

O palácio situa-se na encostada da serra de Sintra e a uma escassa distância do centro histórico de Sintra e, desde 2002, está classificado como Património de Interesse Público.

É um projeto do arquiteto italiano Luigi Manini, tem 4 hectares, está rodeado de luxuriantes jardins, lagos, grutas e enigmáticas construções, todos eles ocultam significados alquimícos tais como: evocados pela Maçonaria, Templários e Rosa-cruz.

É uma arquitetura romântica, gótica, renascentista e masculina.




A documentação histórica relativa à Quinta da Regaleira é escassa para os tempos anteriores à compra por Carvalho Monteiro. Apenas se sabe que em 1697 o proprietário era José Leite.

Francisco Albertino Guimarães de Castro comprou a propriedade em 1715, em hasta pública e, canalizou a água da serra com o objetivo de alimentar uma fonte que existia ali.

Já na posse de Manuel Bernardo, em 1830, a quinta tomou a sua atual designação. Dez anos depois, 1840, a quinta foi adquirida pela filha de um negociante do Porto, cujo apelido era Allen, que mais tarde foi agraciada com o título de 1ª Baronesa da Regaleira ou então, mais conhecida por Baronesa de Almeida.

A história da atual Regaleira teve início em 1892, o ano em que foi adquirida pelo Dr. António Augusto de Carvalho Monteiro, por 25 contos de reis. A maior parte da construção da quinta, teve início em 1904 e terminou em 1910, ainda durante o período da monarquia. Atualmente, a quinta pertence à Câmara Municipal de Sintra e está aberta ao público.




  Pontos de Interesse da Quinta

Bosque -ou a mata que ocupa a maioria do espaço da quinta, não está disposta ao acaso. Começa mais ordenada e cuidada na parte mais baixa da quinta, progressivamente mais selvagem até ao topo. Esta disposição reflete a crença no primitivismo do Dr. Carvalho Monteiro.

Patamar dos Deuses - é composto por nove estátuas dos deuses grego-romanos. A mitologia clássica foi uma das inspirações de Carvalho Monteiro para os jardins da quinta.

Poço Iniciático - é uma galeria subterrânea com uma escadaria em espirial, que podem ver na segunda foto do post. É sustentada por colunas esculpidas, por onde se desce até ao fundo do poço. A escadaria é composta por nove patamares por um lanço de 15 degraus cada um.

Capela da Santíssima Trindade - uma magnífica fachada que aposta no revivalismo gótico e manuelino. Nela estão representados Santa Teresa d'Ávila e Santo António. No meio, a encimar a entrada está representado o Mistério da Anunciação - o anjo Gabriel desce à terra para dizer a Maria que ela vai ter um filho do Senhor - e Deus Pai entronizado. No interior, no altar-mor vê-se Jesus depois de ressuscitar a coroar Maria. Do lado direito Santa Teresa e Santo António repetem-se, desta vez em painéis de mosaico. Do lado oposto um vitral com a representação do milagre de Nossa Senhora da Nazaré a D. Fuas Roupinho. No chão estão representados a Esfera Armilar ou Globo Celeste e a Cruz da Ordem de Cristo, rodeados de pentagramas (estrelas de cinco pontas).

A Torre da Regaleira - foi construída para dar a quem a sobe a ilusão de se encontrar no eixo do mundo.

O Palácio - o edifício principal da quinta é marcado pela presença de uma torre octogonal. Toda a exuberante decoração esteve a cargo do escultor José da Fonseca.

 Os preços variam imenso, mas é uma questão de consultarem o site. Alguém já conhece?

  • Share:

You Might Also Like

15 comentários

  1. Nossa adorava visitar esse lugar que lindo
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook /Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos lugares mesmo maravilhosos e nem damos o devido valor ao país que temos. Beijinho

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Eu nunca prestei muita atenção ao local, ouvia falar mas não sabia bem o que era. Ele é que me falou em irmos lá e ao pesquisar, fiquei encantada.

      Eliminar
  3. É um lugar mágico a Quinta da Regaleira, quando fui lá fiquei maravilhado! Há imenso tempo que não passo por lá, confesso que já tenho algumas saudades!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És um sortudo! Eu ainda não tive essa sorte, mas vou ter em breve :)

      Eliminar
  4. É um dos sítios que também quero visitar *.*

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos muitos gostos em comum :) beijinhos

      Eliminar
  5. Já lá estive há uns anos e este ano ... vou tentar regressar!
    olhares maravilhosos ... bj

    ResponderEliminar
  6. Está quase a fazer 1 ano que visitei com o meu namorado. Achei um lugar incrível, maravilhoso, mágico... Só tenho coisas boas a dizer. Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. Estou em transe com essas fotos, que delicia de lugar.

    http://clebereldridge.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É só uma amostra. Portugal é repleto de locais maravilhosos :)

      Eliminar
  8. uau que sitio giro ... quero muito ir ai... obrigado por teres gostado do meu blog... beijinho vou comecar a seguir o teu tambem ..

    YOUTUBE MORE_ELI

    ResponderEliminar