Translate

quinta-feira, agosto 17, 2017

Dicas | Para deixares de estar atrasada!


Sou uma pessoa muito pontual, é muito raro eu atrasar-me para alguma coisa, seja o que for, prefiro chegar meia hora mais cedo do que as pessoas terem de esperar por mim. Mas não somos todos iguais, acho mesmo que a maioria das pessoas estão atrasadas para tudo. E isso não é defeito, é feitio.

Então se tu és dessas pessoas, que a relação com o relógio é um carma, eu tenho três dicas infalíveis para acabares com esse dilema, de que todos os teus amigos, professores e chefe te chateiam. Segue as dicas e surpreende-os pela positiva.

1. Trabalho sob modo pressão

Calma, eu sei que nem todos lidam bem com a pressão. Mas não adies as coisas para depois, porque significa que fica tudo para o fim e depois andas com mais stress ainda e nervos e acabas por nem conseguir fazer as coisas em condições. 

Então sê tu próprio (a) a impor essa pressão em ti mesmo (a). Lembra-te, primeiro o dever e depois o lazer. Impõe por exemplo: 15 minutos para fazeres tal tarefa, cronometra mesmo o tempo e vais ver, vais começar a habituar-te e começas a fazer as coisas em menos tempo.

2. Isso é fácil, faço em cinco minutos!

Mas também não exijas de ti mesmo ser uma máquina que consome nitro. Já dizia a minha  professora da primária que a pressa é a inimiga da perfeição. Estipula um tempo para cada tarefa, mas não tão curto, como cinco minutos para cada coisa, porque imprevistos acontecem e os cinco minutos podem tornar-se horas. Reduzam o tempo, por exemplo, se demora 20 minutos a lavar a louça, estipulem 15 e assim ganham cinco minutos!

3. Precisava que o meu dia tivesse 48h

Quem nunca pensou assim? O segredo para o dia ser rentável é acordar cedo, porque é de manhã que começa o dia, e assim temos tempo para as tarefas estipuladas para aquele dia. 

Se acordarmos tarde, não temos como conseguir fazer tudo, porque o tempo não estica. Durmam mais cedo e acordem mais cedo para terem um dia produtivo.

Espero ter podido ser útil com estas dicas. Beijinhos

Sem comentários:

Enviar um comentário